Av. Bias Fortes, 247 - Lourdes - Belo Horizonte - MG - PLANTÃO 24h - Tel.: 31 3292.7172
Blog—Verdades Sobre As Cáries

VERDADES SOBRE AS CÁRIES

As bactérias chamadas cientificamente de Streptococcus Mutans captam todo o açúcar (restos de comida e bebidas etc) alojado nos dentes, corroendo alguns minerais importantes para a saúde bucal, provocando cáries.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) aponta que mais de 2 bilhões de pessoas apresentam cáries. Um número alarmante, não é mesmo? Apesar do alto índice, a maioria das pessoas não tem muita preocupação sobre o assunto, porém, também não sabe que a cárie não tratada provoca diversas consequências, como a perda dos dentes, por exemplo.

Qualquer pessoa está sujeita a ter cárie, até mesmo os bebês. A falta ou má escovação e o consumo excessivo de açúcar, entre outros fatores, acarretam esse problema (clique aqui e saiba mais sobre!).

Tipos de Cáries

Existem três tipos de cáries: coronária, geralmente entre um dente e outro, sendo a mais popular e ocorre em adultos e crianças. A  radicular na região da gengiva, sendo mais comum em adultos  e a recorrente, na parte exposta do dente.

Consequências

O site da Editora Abril informou que, dependendo do avanço, o problema pode ocorrer na “polpa dentária, tecido mole com nervos e vasos sanguíneos, causando infecção”. Além do mais, o perigo pode ser maior quando os micro-organismos atingem a corrente sanguínea.

As principais causas são a perda dos dentes (uma das mais comuns consequências com os dentes se tornando ineficientes); baixa autoestima (cáries com lesões expostas resultam em uma aparência não muito agradável e muitas pessoas ficam  constrangidas) e sensibilidade dentária etc.

Cárie Pode Vir em Qualquer Idade, Até Mesmo em Bebês!

A ocorrência maior de cárie é entre crianças e idosos, por se tratar de fases na vida em que  necessitamos de mais cuidado e atenção. A infância é um período com elevado consumo de doce e guloseima  e, na 3ª idade, o período  apresenta  desgastes na boca, maior ingestão de medicamentos e fraqueza para a escovação.

Via de regra, os bebês também podem ter cáries. Eles não nascem com cárie, mas ao longo do período, as bactérias podem se desenvolver na boca deles e provocar problemas. Por isso, é importantíssimo a consulta com dentistas e ter um acompanhamento com  odontopediatra, se possível,  desde a gestação.

Marque sua avaliação 📱 Whatsapp: (31) 9 9417 0017 | ☎Telefone fixo: (31) 3292-7172

Veja no vídeo da Dra Fernanda de Paula sobre cáries em crianças, que pode acarretar em canal.

Tratamento

O tratamento é iniciado com o dentista. Em primeiro lugar, o especialista auxiliará na questão do melhor tratamento para o problema. Posteriormente, a continuidade se dá no cotidiano em casa e a situação será explicada e redirecionada pelo dentista.

Prevenção

A maneira mais correta de se prevenir a cárie é com uma adequada higiene bucal. Escovar a boca corretamente, evitar alimentos que podem aguçá-las, como açúcar em excesso etc, ajuda bastante a evitar possíveis problemas nos dentes. Vale lembrar que todos nós estamos sujeitos as cáries, mesmo tomando todos os cuidados possíveis, podem chegar sorrateiramente. É essencial manter suas visitas ao dentista, fazer limpeza pelo menos de 6 em 6 meses e ter cautela quanto a alimentação.

Leia também:

Cárie Dentária

Nem Todo Mundo Tem Cáries