Av. Bias Fortes, 247 - Lourdes - Belo Horizonte - MG - PLANTÃO 24h - Tel.: 31 3292.7172
Blog—Saúde Bucal X Obesidade

Saúde Bucal X Obesidade

Os dados do Ministério da Saúde apontam que um em cada cinco brasileiros apresentam quadro de obesidade, sendo que 58,6% da população estão com sobrepeso. A situação complexa e multifatorial limita a qualidade de vida e impacta negativamente todo o organismo, incluindo a saúde bucal.

Um exame clínico inicial detalhado e a elaboração de um protocolo de atenção à saúde são essenciais para o dentista prevenir, orientar e tratar as ocorrências.

Um estudo da Universidade de Adelaide, na Austrália, em 2013, revelou que as pessoas com sobrepeso têm 11% mais chances de terem *periodontite, pois a obesidade eleva o risco em 22%.  Em relação à intensidade da doença, o risco de ter uma periodontite – de moderada a severa – é 12% maior entre as pessoas com sobrepeso e 27% maior entre os obesos.

A resposta a essa susceptibilidade à doença pode ser explicada pelo fato de os indivíduos com índice de massa corporal elevado produzirem mais proteínas inflamatórias, um fator de risco para o desenvolvimento do problema.

Ainda existem outros problemas bucais relacionadas ao excesso de gordura corporal.

Confira a lista abaixo:

Erosão dentária

A erosão dentária é a perda irreversível e progressiva do tecido mineralizado, a partir da ação química de ácidos provenientes da dieta e dos ácidos encontrados em frutas, refrigerantes, chás, vinhos ou provenientes de vômito ou doença do refluxo gastroesofágico.

As pessoas obesas com transtornos alimentares, como bulimia e refluxo gástrico voluntário, devem ser orientadas sobre a importância de reduzir o consumo de alimentos e bebidas ácidas, sob pena de sofrerem com a erosão dentária,  causadora de hipersensibilidade no dente e grande impacto estético.

O alerta é importante, porque a bulimia nervosa com o vômito autoinduzido é observada em 15% dos indivíduos obesos, juntamente com a presença de fatores estimulantes da manifestação do refluxo gastroesofágico.

Cárie dentária 

A cárie dentária é uma doença multifatorial, infecciosa e transmissível, altamente influenciada pela dieta e os hábitos de higiene bucal. Ocorre quando as bactérias cariogênicas usam açúcares como substrato, produzem ácidos e causam a desmineralização do esmalte dental.

A capacidade de um alimento provocar a formação de cárie, a cariogenicidade, é medida pela alta presença de sacarose nos alimentos, como sucos, refrigerante e guloseimas. Uma dieta rica em sacarose, aliada à poucos cuidados bucais, gera formação de cárie.

Xerostomia

O problema é decorrente da diminuição da produção da saliva em obesos, causada pela má alimentação. A redução da quantidade e a composição da saliva podem estar relacionadas a uma baixa ingestão de proteínas e a um alto consumo de carboidratos.

Uma pessoa saudável produz cerca de 1,5L de saliva por dia. A saliva tem água, enzimas, minerais, aminoácidos e substâncias que protegem contra a invasão de vírus, controlam a proliferação de bactérias, limpam a cavidade bucal e previnem a cárie.

A pouca saliva, também denominada boca seca, causa mau hálito e propicia o surgimento de cáries.

As pessoas com excesso de gordura corporal e obesas, por apresentarem fatores que propiciam o surgimento de problemas bucais, devem manter uma higiene bucal criteriosa e o acompanhamento constante de um dentista.

Cuide da sua saúde bucal. Agende uma avaliação odontológica pelo Whatsapp (31) 994170017 ou pelo Telefone fixo: (31) 3292-7172.

Fonte: MOREIRA, P. V. L.; COLARES, V. Obesidade na adolescência e suas repercussões na saúde oral. Rev. Odonto Ciênc., Porto Alegre, v. 19, n.43, p. 79-84, jan./mar. 2004.

SAPORITI, Júlia Machado et al. Obesidade e saúde bucal: impacto da obesidade sobre condições bucais. Ver. Odonto Ciênc. Passo Fundo, n. 17, p.2, set/dez. 2014.

*Palavra periodontite com link para o post “Periodontite é a principal doença causadora de perda dentária entre adultos”

Leia mais:

Saúde Bucal X Transtornos alimentares

Saúde Bucal X Baixa imunidade

– Endocardite bacteriana: doença bucal pode evoluir para problema cardíaco

Chamar no WhatsApp
Precisa de ajuda?
Powered by