Av. Bias Fortes, 247 - Lourdes - Belo Horizonte - MG - PLANTÃO 24h - Tel.: 31 3292.7172

Ortodontia

A ortodontia corrige os problemas de má oclusão, quando os dentes superiores não se encaixam perfeitamente aos inferiores, dificultando a higiene bucal e contribuindo para o surgimento de dores de cabeça e no pescoço e a síndrome da ATM.

O tratamento ortodôntico possui diversas etapas para garantirem maior segurança, tornarem a boca mais saudável, proporcionarem uma aparência mais agradável e dentes com possibilidade de durarem a vida toda.

O processo inicia com uma avaliação clínica para um estudo do caso. Posteriormente, é feita a fotografia, radiografia e uma análise encefalométrica para o dentista conhecer e entender as necessidades do paciente, concluindo o diagnóstico com a indicação do tratamento adequado.

Se você apresenta algum dos problemas abaixo, pode ser um candidato  ao tratamento ortodôntico:

  • Sobremordida: excesso vertical da região anterior da maxila e/ou uma sobre-erupção dos dentes na região. Os dentes anteriores superiores recobrem quase 100% dos dentes inferiores, resultando em um sorriso desagradável e problemas mastigatórios. Às vezes, os dentes inferiores tocam o palato e a gengiva do arco superior.
  • Mordida cruzada anterior: a arcada inferior está projetada muito à frente ou a arcada superior se posiciona muito atrás.
  • Mordida cruzada: alguma parte da arcada dentária superior (maxila) se encaixa por dentro da arcada inferior (mandíbula).
  • Mordida aberta: acontece quando há um espaço entre as superfícies de mordida dos dentes anteriores e/ou laterais, quando os dentes posteriores se juntam.
  • Desvio de linha mediana: conhecido popularmente como “sorriso torto”. O problema ocorre quando o centro da arcada superior não está alinhado com o centro da arcada inferior.
  • Diastema: geralmente, é causado pelo freio labial (tecido fibroso que une o lábio à gengiva), ocasionando falhas ou espaços entre os dentes, como resultado de dentes ausentes ou dentes que não preenchem a boca.
  • Apinhamento: conhecido, popularmente, como “dentes encavalados” ou “dentes tortos”, ocorrendo quando há pouco espaço para os dentes se acomodarem na arcada dentária, mas também pode ser causado devido a fatores genéticos.
  • DTM: A disfunção temporomandibular é um problema ocorrido na articulação temporomandibular, que liga o maxilar ao crânio. O desgaste dessa articulação pode levar ao bruxismo ou à deterioração do maxilo, causando dor excessiva e a diminuição da abertura bucal.

A Clínica Bias Fortes tem aparelhos e um sistema próprio para tratamento das disfunções temporomandibulares. Confira os sintomas comuns da DTM:

  • Dores de cabeça (frequentemente parecidas com enxaquecas), dores de ouvido, dor e pressão atrás dos olhos
  • Um "clique" ou sensação de desencaixe ao abrir ou fechar a boca
  • Dor ao bocejar, ao abrir muito a boca ou ao mastigar
  • Mandíbulas que "ficam presas", travam ou saem do lugar
  • Flacidez dos músculos da mandíbula
  • Uma brusca mudança no modo como os dentes superiores e inferiores se encaixam.

Apenas o dentista ou ortodontista pode determinar se você pode se beneficiar de um tratamento ortodôntico. A ortodontia trata os problemas relacionados à posição da arcada dentária. Se você percebeu seus dentes tortos, desalinhados ou nascendo um por cima de outro, talvez seja hora de consultar nossos profissionais.