Av. Bias Fortes, 247 - Lourdes - Belo Horizonte - MG Tel.: 31 3292.7172
Câncer De Boca Mata 7 Mil Pessoas Ao Ano (Blog) – I

Câncer de boca – Diagnóstico e tratamento

O câncer de boca, também conhecido como câncer de lábio e cavidade oral, é um tumor maligno nos lábios e estruturas bucais como gengiva e bochecha, língua e céu da boca.

A doença ocorre mais entre homens com idade superior a 40 anos e, infelizmente, devido ao desconhecimento, a maior parte dos casos é diagnosticada em estágio avançado.

Conforme o Instituto Nacional de Câncer (INCA), cerca de 14.700 novos casos da doença foram diagnosticados, sendo 11.200 em homens e 3.500 em mulheres, em 2018.

Fatores de risco

Os fatores de risco para o câncer bucal são a má higiene, desnutrição, tabagismo, consumo regular de bebida alcoólica, exposição ao sol sem proteção labial, excesso de gordura corporal e exposição a substâncias cancerígenas, como amianto, formaldeído, sílica, fuligem e infecção pelo vírus HPV.

Sintomas

Os principais sintomas do câncer de boca, em estágio inicial, são:

  • Lesões com sangramento na cavidade oral ou nos lábios, aumentando de tamanho e sem cicatrização por mais de 15 dias
  • Manchas/placas vermelhas ou esbranquiçadas na língua, gengivas, palato (céu da boca) e mucosa jugal (bochecha)
  • Nódulos (caroços) no pescoço
  • Rouquidão persistente

Em casos avançados, ocorrem os seguintes sintomas:

  • Dificuldade para mastigar e engolir
  • Dificuldade para falar
  • Sensação de que há algo preso na garganta
  • Dificuldade para mover a íngua

Diagnóstico e prevenção

A detecção precoce requer atenção a qualquer sinal de alerta, como a mudança de coloração ou aspecto da boca e lábios, entretanto, não há estudos afirmando que o autoexame seja uma medida concreta contra o câncer de boca, uma vez que a população tem dificuldade em diferenciar uma lesão maligna de uma lesão comum.

A recomendação é agendar visitas periódicas ao dentista para um check up odontológico. O profissional analisará visualmente a gengiva, os tecidos internos, lábios, língua, garganta, rosto e pescoço.

O diagnóstico do câncer de boca é feito com exames clínicos, laboratoriais e de imagem. O tratamento envolve cirurgia para remoção da lesão e radioterapia, conforme a necessidade de cada caso.

Conforme a Organização Mundial da Saúde (OMS), a prevenção reduzirá a incidência de câncer em até 25%, até 2025. O diagnóstico inicial é semelhante a outros tipos de câncer, proporcionando a execução de um tratamento com maiores chances de cura.

As crianças e adultos devem ir ao dentista a cada seis meses para um acompanhamento odontológico.

Agende uma avaliação para você e sua família pelo (31) 3292-7172.

Conheça as nossas redes sociais:

Instagram

Facebook